Stranger Things Version
Wicked Academy

Quadra Gramada


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por The Vanity em Ter Maio 05, 2015 6:43 pm

avatar
Mensagens : 199

Data de inscrição : 15/03/2015

Staff

Quadra Gramada
Com um vasto campo de grama natural, sempre muito bem cuidada pelos funcionários do instituto, a quadra aberta serve para os treinos de esportes ao ar livre. Com duas arquibancadas, uma de cada lado do campo, que possuem algumas centenas de lugares. Duas traves fixas de rugby ficam nas extremidades do campo. Durante o horário dos treinos diurnos o sol fica sobre o campo, o deixando ainda mais verde, e devido à proximidade do bosque o ar sempre é um pouco frio.





Última edição por Mean Girl em Dom Jan 31, 2016 10:38 pm, editado 1 vez(es)

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 29

Data de inscrição : 06/06/2015

Comerciantes
Aula de Rugby - I
Primeira treino de Rugby como treinador, nem a energia do coelho da duracell poderia se comparar com minha animação para ensinar a outras pessoas o que eu aprendi quando tinha a idade deles. A aula deveria começar em alguns minutos e eu já podia ouvir certa movimentação fora do vestiário, sendo assim peguei o saco com as bolas e arrastei uma caixa térmica repleta de isotônicos e garrafas de água.

Passei por alguns alunos que se aglomeravam no campo e joguei o saco no chão e deixei a caixa ao lado. Depois disso me virei para os alunos e sorri largamente acenando para que eles se sentassem em uma roda na grama. -Olá pessoal, sou o treinador Ohlweiler mas podem me chamar de Steve, não ligo muito para essas formalidades. Sou inglês e por alguns anos joguei no Saracens como Scrum Half. - dei como encerrada a apresentação para os alunos, já que estava ali para ensinar e não para me aparecer e esperei mais alguns minutos para que os atrasados chegassem para que pudesse dar continuidade.

Olhei para um garoto que estava com um capacete de futebol americano e balancei a cabeça apontando para ele. -Nossas aulas serão em sua grande maioria práticas, mas antes vamos comentar só o básico. Se algum de vocês acha que o Rugby é igual ao Futebol Americano podem dar meia volta e ir para seus alojamentos, o segundo é provindo do primeiro mas as semelhanças acabam por aí. Enquanto no futebol americano existem onze jogadores principais por equipe no rugby se tem quinze. O futebol americano para a cada jogada, já o rugby é continuo e só para caso algum dos jogadores se machuque e precise ser atendido. E principalmente, no futebol americano é obrigatório o uso de equipamento de proteção enquanto no rugby é opcional com ressalvas de que sempre devem usar o protetor bucal durante os treinos, não quero ninguém perdendo a língua porque quis dar uma de o tal. Agora se levantem e vamos nos alongar. - me levantei e fui para o meio da roda para que todos pudessem copiar meus movimentos. Estiquei os braços para cima e entrelacei as mãos, como se quisesse tocar o céu e fiquei assim por vinte segundos, depois continuei a fazer diferentes alongamentos com eles. Quando encerrei essa parte alguns já estavam exaustos e deitados no chão. Ri e abri a caixa para que pegassem água para se refrescar.

Cinco minutos depois, tempo que considerei o suficiente para que eles descansassem mandei que eles dessem cinco voltas correndo ao redor do campo, aproveitando o meio tempo para espalhar os tees e por uma pequena área e deixar a bola ao lado deles. Quando todos acabaram suas voltas, alguns mais rápido que outros mandei que fizessem duas filas atrás de dois cones. -A bola de Rugby é um pouco pesada para pessoas que não estão acostumadas, e o passe só pode ser feito para trás de maneira que quase sempre fazemos lançamentos em diagonal. Vamos fazer uma brincadeira para encerrar a primeira aula ok? A fila da direita está com a bola e assim que o primeiro da fila alcançar o primeiro tee o primeiro da segunda sai e recebe a bola, quando este chegar no terceiro tee vai passar para o da fila oposta e sucessivamente até chegar no décimo. Sem deixar a bola cair no chão, quando eles estiverem na metade do circuito a próxima dupla pode sair. - peguei o apito e o cronômetro e fui para o lado oposto, apitando logo depois.

Sorri com o pessoal que parecia se divertir e toda vez que a dupla chegava ao fim da linha eu apitava para que a dupla seguinte continuasse. Quando todos já haviam completado pelo menos três vezes o circuito eu apitei uma ultima vez. -É isso pessoal! Lembrando que para os que vão continuar a fazer os treinos é necessário a chuteira adequada, as melhores são as que tiverem travas de metal que sejam no mínimo médias. Não é obrigatório o uso das camisas de treino que são disponibilizadas pela academia, mas elas são ais resistentes e evitam que vocês estraguem suas roupas de grife. Nada de calças jeans, chinelos, botas ou sapatos, saias ou vestidos, quem vier pro treino usando isso vai ficar na arquibancada. No próximo treino eu explicarei melhor sobre os times daqui entre outras coisas. Agora, vão pro chuveiro. - falei, deixando que todos fossem embora com a exceção de um garoto e uma garota que chamei para me ajudarem a recolher as bolas e os tees.
LEIAM AQUI MEUS QUERIDOS PIMPOLHOS:
Espero que tenham gostado do primeiro treino de Rugby e que continuem a fazer minhas aulas. No post de vocês quero que descrevam os alongamentos que foram passados são esses aqui, que coloquem como se sentiram em relação ao professor e a matéria e etc.
Na parte do circuitozinho vocês podem interagir com os outros pimpolhos ou com NPC's, fica livre a escolha. De resto façam um bom post e é isso ai. Vlw Flw.
Aula aberta até o dia 25/07.


Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 98

Data de inscrição : 21/07/2015

Nordic
Play It Again
Espirrou, simplesmente odiava quando aquilo acontecia, principalmente porque seus espirros eram sorrateiros como os ataques de lobos famintos escondidos entre as árvores e arbustos. Encarou o céu e sacudiu a cabeça em seguida, espirrou de novo e praguejou qualquer coisa amaldiçoando o possível resfriado que pudesse estar vindo. Sem muito o que fazer Luke apenas aceitou a situação, quando tivesse tempo tomaria algum comprimido para gripe e algum chá louco que aprendera, agora tinha que conter o ânimo para ir para o primeiro treino de rugby, após passar no teste você geralmente espera muito dos próximos treinos e sonha até em estar disputando torneios até entrar no cenário competitivo profissional, o senhor Shaw no entanto mantinha uma visão mais realista das coisas, sabia que não era tão bom em rugby, até porque não era seu esporte favorito, nem um que você pode praticar quando está entediado em caso ou pode se inscrever em algum grupo para ir duas vezes na semana. Em contra-partida adrenalina de ser quase uma luta greco-romana generalizada servia para domesticar o nada nobre Luke e seu péssimo mau humor.

Caminhou em passos nada calmos, estava quase trotando quando chegou, o cabelo penteado para trás com uma quantidade relativa de gel e a barba que crescia em seu ritmo, até acelerado para um adolescente. Santos genes, diga-se de passagem. Chegou no exato momento que um filete de suor escorreu pela lateral do rosto e pendurou-se no queixo até cair sobre o gramado. Felizmente já havia se trocado antes de sair de seus aposentos e optado por usar o tradicional uniforme de atividades físicas da escola, com exceção das chuteiras, de trava de plástico e de cor azul escura com 2 listrar diagonais brancas e a logotipo da marca. Estalou o pescoço enquanto cruzava os braços e encarava o até então professor, não julgou apesar dele parecer um tanto semelhante, poderia apostar que ele era inglês e foi tiro e queda. Não que isso mudasse alguma coisa, obviamente.

Iniciou a série de aquecimento segundo as instruções do docente, nada além de uma série de exercícios aeróbicos visando colocar o corpo em movimento para evitar complicações quando possíveis exercícios mais pesados fossem realizados com a introdução dos fundamentos do rubgy. Limitou-se à fazer o que era instruído alongando, esticando pernas, rotacionando o tronco, executando alguns agachamentos simples com salto no final, até ouvir a sinfonia dos ossos de sua coluna estalando, apesar de estranho se sentiu melhor depois daquilo. Deu um rápido pique sem sair do lugar por conta própria e então concluiu que realmente estava bem. O próximo passo era correr em volta do gramado, parecia justo. Luke deu meia dúzia de saltos antes de finalmente colocar as pernas para trabalhar, alternava a intensidade e velocidade do exercício conforme passava pelas áreas do gramado, por vezes realizava um trote rápido enquanto em outras dava toda a explosão muscular que seu corpo podia aguentar para alcançar a maior velocidade possível e se manter assim por pelo menos 1 minuto inteiro. Parece pouco, mas se não soubesse administrar o próprio fôlego estaria rastejando no chão implorando por água minutos demais, para a felicidade dele, já estava habituado com o mundo desportivo.

Na continuação da atividade acabou sendo o segundo da fila que começava com a bola. Arqueou uma das sobrancelhas enquanto ouvia a explicação, na mente simplória do garoto londrino alguém iria tomar um belo tombo ou melhor, podia imaginar a bola acertando em cheio a cara de algum desavisado, certamente não seria com ele, já que o baixinho estava realmente empolgado para sentir um pouquinho da adrenalina. O primeiro partiu, fez como instruído e assim chegou a hora dele receber o passe. A bola oval veio em sua direção parecendo um cometa, Luke esboçou alguma careta à lá pitbull raivoso e recebeu o passe abraçando a bola com auxílio do peito. Rapidamente segurou-a com uma das mãos e correu o mais rápido que poderia, quando finalmente alcançou a marcação no chão levou à mão na altura da nuca e segurando a bola da metade para trás lançou para o receptor. O passe deve ter saído um pouco forte já que o garoto fez uma careta digna de azia quando o recebeu e foi forçado a fazer um malabarismo qualquer para não deixar a bola cair no chão. No final da fila, tudo o que ele podia fazer era observar o quanto uns eram completamente inaptos para o esporte e outros mostravam uma proeza invejável. Competitivo por natureza ele logo se inflamou, o que acabou influenciando na sua performance na continuação. Em geral ele se esforçava mais para se adaptar à força e jeito que jogavam a bola procurando a melhor forma de receber o passe o que naturalmente influenciaria  no instante em que começaria a correr, economizando tempo. O pior veio num passe mais torno que o chifre de Satan, a bola quase fez um efeito de trivela, além de vir alta demais para o baixinho Shaw, de algum jeito muito improvável ele decidiu se antecipar e ao diminuir a distância e saltar em busca da bola conseguiu pegá-la, mas se desequilibrou no alto e por milagre que nem ele sabe explicar baixou o piruetista principal do Circo du Solei e acabou caindo de pé. Olhou incrédulo para o que tinha feito e a distância percorrida, afinal se caísse de mal jeito era uma passagem só de ída para ir conhecer Jesus, este Jesus Christ Geral Hospital, um hospital das proximidades que aceitava seu convênio de plano de saúde. Não demorou muito mais para a atividade ser encerrada.

Saiu do treino com um sorriso bobo, e precisando urgentemente de uma ducha fria, para o azar a maldição dos espirros malignos voltava, às vezes pensava que era alérgico aos próprios fiapos de barba que tinha no rosto, mas torcia secretamente para que não. Colocou a camisa em volta do pescoço e segurou firme o par de chuteiras na mão oposta enquanto saía do campo, um tanto quanto exausto.

Rugby

 
 
 
clumsy @ sa!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Akki Kurosawa em Sab Jul 25, 2015 8:33 pm

avatar
Mensagens : 4

Data de inscrição : 13/07/2015

誰が、ここではあなたや私より悪いのですか? あなたは私があなたについて話して、私に何か良いことをした より多くの人が苦しんでいることができ、あなたや私の? 私はあなたについて話して、次のように住んでいない それはあなたを見ることが残念です あなたは一人で終わる場合(次に)あなたは私を殺すためにしたくないですか?|| akira is wearing the uniform of the rugby team and she's in the field with a bunch of people that she don't care
treino //
Urusee. — Diz a garota de olhar vazio com sua voz arrastada e firme.

Não precisou mais do que uma palavra para calar os seus interlocutores. Mesmo que eles não soubessem o significado, estava bem explícito o que aquilo significava: “Cala a boca”. A garota retira dos lábios o cigarro que já está em seu fim, deixando a fumaça escapar por entre os lábios antes de arremessar a bituca do cigarro no chão. Já deveria estar na quadra para a aula de rugby, mas ao invés disso estava sendo interrogada por adolescentes que achavam que tinham qualquer direito para fazer tal coisa. Ela tem paciência para infantilidades tanto quanto o Bruce Banner tem controle sobre o Hulk. Ou seja, quando começou a se afastar, pronta para ignorar a presença daqueles imbecis as coisas desandaram.

Novamente ela estava brigando. Novamente.

コート上で

Obviamente ela está atrasada. Os demais alunos encontram-se sentados em uma roda e o professor parece estar se apresentando à eles. Akira caminha até lá, as mãos no bolso do casaco de moletom e o olhar entediado fixado no homem que seria o treinador. Ela não tem qualquer pensamentos sobre ele, tal como não tem sobre qualquer presente ali. Não era o tipo de pessoa que misturava-se, tanto quanto não era do tipo de julgar por primeiras impressões. Para ela todas as pessoas desconhecidas não passavam de um estorvo ou seres que não lhe causavam interesse. À bem da verdade, era difícil se quer ela interessar-se por qualquer coisa.

O professor então começa a série de alongamentos. O primeiro alongamento é bem simples, a garota une as mãos entrelaçando os dedos com as palmas viradas para cima e os braços esticados para o alto, passados vinte segundos agora ela dobrava o braço esquerdo, com a mão direita sobre o cotovelo enquanto seu braço dobrado ficava à suas costas. Depois de 15 segundos repete o mesmo movimento, mas com o outro braço. No seguinte, apenas semi-agachamentos durante 30 segundos e depois tocar (ou tentar tocar) a ponta dos dedos do pé, estando nessa posição por vinte segundos.

A série continua, quando chega na abdominal metade dos alunos já está reclamando. Akira não consegue os entender, realmente. Não era nem pelo fato de sua falta de empatia, era simplesmente porque nem ao menos tentava entender pessoas daquele tipo. O professor diz alguma poucas palavras de incentivo aos que parecem à beira de um colapso, avisando depois de dois outros alongamentos que faltavam apenas 4 para o fim.

Os últimos são mais simples, tal como os outros, Akira já está acostumada a repeti-los. Por este motivo não teve qualquer problema em copiar as posições ou mesmo cansar-se facilmente. Desde muito cedo ela treinava daquele modo, na verdade de forma bem menos amena.

Sentada, teve de esticar a perna esquerda na horizontal de seu corpo enquanto a direita era dobrada e levada até seu tórax enquanto segurada pelo pé. Ela fica quinze segundo segurando a perna naquela altura antes de poder trocar as posições das pernas. Tendo isso sido feito, ela apenas coloca a perna esquerda, ainda dobrada, sobre o chão, enquanto com as duas mãos toca o dedo do pé direito. Como em outros treinos com os membros, repetiu a série do outro lado, cada um demorando 20 segundos. Depois deste deve de abrir a perna, como em um espacarte horizontal, e deitar com os braços esticados o gramado.

— É o último, pessoal. — O professor avisa para o alívio dos ociosos.

Por fim, todos deitam-se deixando o tórax voltado para frente enquanto a perna direita, dobrada, é jogada por cima da esquerda. Depois de vinte e cinco segundos o mesmo é feito com a outra perna. O professor abre a caixa com garrafas de água e a maioria corre até lá como crianças correm até um carro de sorvete. A outra parte permanece deitada na grama respirando forte e reclamando do cansaço. Akira levanta-se, move a cabeça de um lado para o outro exercitando o pescoço antes de ir até a caixa com garrafas de água.

Bebe alguns goles, mas diferente dos demais ela permanece de pé, um pouco afastada da concentração de alunos falantes. Ela não era comunicativa, tampouco queria entrosar-se. O professor então manda que todos deem cinco voltas na quadra. Akira percorre o local em maiores dificuldades ou esforços, porém não me empenha nem um pouco para ser a primeira a acabar tal tarefa; aquilo não era uma competição. Ao fim, ela entra na fila da esquerda, sendo a quarta pessoa da ordem.

A tarefa era simples, mas a pessoa que iria passar a bola para Akira a tornou o inferno. A garota parecia não ter uma coordenação motora muito boa ou não esperava que o peso da bola fosse aquele, já que quando decide jogar a bola para Kurosawa ela vêm quase tocando o chão. Não fosse a japonesa jogar-se um pouco para o lado para pegar a bola, a mesma teria tocado o chão. Akira voltou seu olhar vazio para a garota, sua expressão fria que ela sabia que causava desconforto nos outros. A menina abre a boca para pedir desculpas, mas antes que possa falar qualquer coisa Akira já está correndo para frente e lançando diagonalmente para trás a bola. A sua dupla era tão ruim em lançar quando em pegar. Durante três voltas foi este sacrifício: Akira salvando a bola, a garota pegando as jogadas com suas mãos trêmulas.

Baka janai yo? — Akira pergunta com um olhar quase de desprezo à sua dupla, ao término da terceira volta. Não se deu ao trabalho de traduzir, não o faria mesmo que a outra se interessasse em saber a tradução.

Akuma faz uma leve reverência ao professor, como é de costume em seu país natal, e então vai para o vestuário feminino. Odiava as conversinhas que haviam lá dentro. Pelo visto teria de suportar tal coisa por algum tempo. Sigh.



Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 29

Data de inscrição : 06/06/2015

Comerciantes

Rugby

Semana 1 - correspondente em off ao dia 11/07 até o dia 25/07.

Pontuação Individual - Egyptians

- Noah Braückeroux - 0 Pontos

----------------------------------

Pontuação Individual - Greeks

- Luke Shaw - 5 Pontos
- Edward G. Buckingham - 0 Pontos
- Luuk De Jong - 0 Pontos
- Michael Saint-Millano - 0 Pontos

----------------------------------

Pontuação Individual - Nordic

- Akki Kurosawa - 4 Pontos
- Gabor Kocsis Balzer - 0 Pontos
- Nicholas A. Hertfordshire - 0 Pontos
- Paul Habbulet Chthon - 0 Pontos
- Peter E. G. Cavanaugh - 0 Pontos


----------------------------------

• Pontuação Geral •

Egyptians - 0 Pontos

Greeks - 5 Pontos

Nordic - 4 Pontos

----------------------------------

• Status da Pontuação •

- Aguardando Registro! ( )
- Pontos registrados! (x)




Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 29

Data de inscrição : 06/06/2015

Comerciantes
Aula de Rugby - II
Havia tirado uma semana de licença para verificar alguns problemas que tivera em minhas propriedades na Escócia, mas já estava de volta e pronto para dar mais um treino para as crianças da Weston. Minha aparência havia mudado um pouco já que havia aparado o cabelo e tirado a barba.

Já estava no campo quando os alunos começaram a chegar, dessa vez com um equipamento diferente da aula anterior, uma maquina de scrum. -Olá pessoal! Hoje iremos separar vocês em algumas posições mas antes de começar o treino em si podem se aquecer. 10 voltas correndo, vão. - falei soprando o apito e ligando o cronometro para acompanhar o tempo de cada um, já que em média cada volta duraria de um minuto e meio a dois.

Depois que todos haviam concluído o aquecimento mandei que eles se alongassem e depois fizessem uma linha na minha frente. Teria certo trabalho em montar um time com aquela pouca diversidade de tipos, mas seria um desafio interessante. -Quero que digam as posições que te interessem, os que querem jogar na defesa terão que fazer o treino de força no scrum. Os que querem trabalhar na área da armação vão para o treino com bola e os que querem ser os asas terão que fazer o treino de velocidade. - disse organizando para que cada um ficasse em sua área.

O treino de força consistia em tentar arrastar a máquina de scrum numa distância razoável, constando que pesa cerca de 350 quilos, o treino de velocidade seria correr atraves do campo na maior velocidade possível e passar pelos diversos obstáculos e o treino com bola deveria ser mais passe e lançamentos a longa distância.

Primeiro seria o treino com bola, depois o de velocidade e por fim o de força para que quem fosse mal em um pudesse ter chance de tentar outro. -Muito bem! Comecem! - gritei para que tomassem iniciativa.

Instruções:
-Aberto até 20/08.
-Qualquer dúvida só perguntar via chat ou mp.
-Descrevam tudo desde quando chegaram, incluindo aquecimento e alongamento.
-Defina bem a posição que quer, pois isso contará na divisão entre Varsity e Junior.
-Boa sorte.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Conteúdo patrocinado

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
.
PARCEIROS & AFILIADOS

WICKED ACADEMY
Como se fosse um livro, Wicked Academy terá cada capitulo com tramas inspiradas em diversas séries. E atualmente no nosso Capitulo Dois temos como inspiração a famosa série do Netflix, Stranger Things. Como faremos a ligação entre esses capítulos? Descubra entrando no nosso RPG.

Tema por Mariana e Patrick.