Stranger Things Version
Wicked Academy

[RP] Cruella Berz-Scherbítsky


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

avatar
Mensagens : 90

Data de inscrição : 21/06/2015

Greeks


nome; Ella Audrey Berz-Scherbítsky.
alcunha; Cruella.
idade; 19 anos.
data de nascimento; 30 de agosto, 97.
nacionalidade; Americana.
orientação sexual; Heterossexual.
pai; Hamish Scherbítsky.
mãe; Emanuel Dehil-Scherbítsky †.
irmã; Chloe Berz Scherbítsky.
madrastas;
profissão/hobby; Criadora de um blog e Vlog sobre assuntos geek - livros, séries, jogos e afins.
vícios; café, cigarro e internet.



Última edição por Cruella Berz-Scherbítsky em Sab Jan 28, 2017 11:42 pm, editado 4 vez(es)

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 90

Data de inscrição : 21/06/2015

Greeks


IT'S LIKE YOU LIVE IN YOUR OWN PRIVATE WORLD. THE WORLD THE REST OF US LIVE IN HAS NOTHING ON YOU BECAUSE YOU DON'T BELONG HERE ANYWAY.
Sua mãe se chamava Emanuel. Ella sempre teve a curiosidade de perguntar para ela o motivo de ter nome de menino. Seu pai não falava sobre o assunto. Nunca falava. Então aquilo tornara-se um mistério. Era uma mulher muito simples, vinha de família humilde e teve que batalhar muito por tudo que queria da vida.

Hamish era brilhante, assim como todos da família Scherbítsky. Tinha uma condição de vida confortável na Rússia, mas decidiu sair dessa zona de conforto e, apesar de sua família ter seu próprio negócio com imóveis, ele decidiu seguir o seu sonho. Imigrou para os EUA ainda bem jovem, para cursar medicina na universidade de Pittsburgo. Ele conheceu Emanuel lá, um ano depois, quando ela entrou na universidade. Foi um relacionamento rápido, intenso e precipitado. Em três meses ele começaram a namorar, em um ano eles noivaram. O casamento alguns meses depois da formatura de Hamish.

Hamish se tornou cirurgião em um hospital em Pittsburgo, e sua esposa, Emanuel, decidiu lecionar para os estudantes de medicina na universidade que havia estudado.

O primogênito deles se chamou Chloe. E Ella veio apenas oito anos depois.

Nasceu na cidade de Pittsburgo, no dia 30 de agosto de 1997. O dia que se comemora seu nascimento é o mesmo da morte de sua mãe.

Emanuel morreu no parto, por uma série de complicações que tivera em toda a gravidez. Os médicos tinham duas opções: salvar Emanuel, ou salvar Ella. Hamish vou incapaz de escolher. Emanuel, no momento inconsciente, já havia falando antes qual seria sua escolha caso algo do tipo acontecesse.

Ella, desde novinha, se sentia confusa com isso. Seu pai explicava os detalhes pouco a pouco, a medida que ela ia crescendo e entendo da vida. Ella se responsabilizava pela morte da mãe, e em sua cabeça, seu pai e sua irmã também a culpavam.

Quando Ella tinha quatro anos, se mudaram para o Cleveland, em Ohio, pois seu pai trabalharia em uma famosa clínica. Ella e seu irmão viviam nas mãos de babás – uma delas haviam virado madrasta dos dois, mais tarde.

Seu pai se envolveu com muitas mulheres, se casou mais três vezes até então, e seus relacionamentos nunca duravam.

Eles viveram muito tempo em Ohio – tempo o suficiente para seu pai acumular uma fortuna com seu trabalho. Quando sua irmã entrou na adolescência, Ella se sentiu muito sozinha e pediu para que pudesse entrar no teatro, o que seu pai negou, apesar de todos os esforços e manipulações de Ella para que ele deixasse. Ele só deixou um ano depois, quando ela tinha oito anos.

Na escola, Ella também era sozinha, e piorou ainda mais após o "abandono" de sua irmã, que começava a pensar em si própria e em seu futuro. Tinha um corpo desajeitado demais, pescoços e pernas longas, o rosto arredondado, um olhar recluso e uma incapacidade gigante de confiar nas pessoas e querer ser amigas delas. Se não tinha amigos, achava que era culpa dela. Era uma aberração. Até que um dia, alguns anos mais tardes quando ela já tinha uns quatorze anos, ela é suspensa da escola por bater em um garoto – ela danificou seriamente a garganta dele, e quebrou o nariz dele. Ella nunca havia experimentado tal coisa, estava possessa de raiva e nem imaginava que poderia se sentir daquela maneira. Seu pai a transfere de escola, ameaça tirá-la do teatro. Ela jura que não faria aquilo de novo. E não fez.

Sua irmã quase nunca falava com ela, mesmo que Ella mandasse inúmeras mensagens para ele. Raramente ele respondia.

O teatro abriu várias portas para a garota. Teve várias pequenas participações em seriados e filmes, e seu nome ia ganhando cada vez mais notoriedade.

Aos quinze anos seu pai insiste que ela visite frequentemente um psiquiatra. Ella se mostra muito contrária a isso, não se achava louca a ponto disso, e não queria que um amigo de seu pai mexesse na sua cabeça. Alguns meses depois, firmou o acordo que ela iria ter consultas regulares, desde que escolhesse o psiquiatra.

Nenhuma terapia havia feito o que os livros fizeram por ela. Cada história, um mundo novo e melhor do que a realidade. Ella passou a amar ler, e juntando com seu antigo amor de séries e filmes, montou um blog com uma amiga da escola sobre coisas geeks que acabou tento um inesperado sucesso e elas começaram a se dedicar mais no blog. A ideia de montar um canal no youtube veio de Ella, em 2015, quando a atividade era bem comum na internet. Ella não imaginava que ganharia dinheiro com aquilo, mas atualmente – com 3 anos de blog – ela estava ganhando não só dinheiro, mas como alguns prêmios, e muitas cortesias.

Quando terminou o Ensino Médio, seu pai anunciou que havia recebido uma proposta tentadora para trabalhar em um hospital na Filadélfia. Ella queria estudar na universidade de Pittsburgo – seguindo o legado de seus pais -, porém Hamish convenceu ela que a Weston era o melhor para ela.

Menos de cinco meses que eles estavam na Filadélfia e Ella começara as aulas, seu pai anuncia seu noivado com uma estilista soberba e mimada, totalmente perfeccionista e controladora. Como todas as outras namoradas do pai, Ella não gostava muito dessa. No mesmo ano, sua irmã inaugurava uma boate que tomou enorme fama por toda a Filadélfia.

Tento que recomeçar sua própria carreira na nova cidade, Ella optou por fazer a matéria de teatro na Weston. Passou a ser conhecida como Cruella após a primeira grande peça que havia feito na universidade, envolvendo todas as vilãs dos contos infantis. Cruella também era um trocadilho com seu próprio nome, então ele pegou. A peça foi um evento grandioso, que atraiu olhares de pessoas de estúdios e produções.

No primeiro período optou por esgrima e música para atividades também, sendo totalmente péssima na primeira, e mediana na segunda. Só era boa no violoncelo, e para Ella aquilo não era o suficiente.    

Foi um ano de adaptação muito difícil. Tinha um blog famoso em suas costas, tinha todas as incontáveis festas universitárias que não poderia perder, tinha os novos amigos e as aulas, e também tinha sua carreira como atriz que ela tentava resgatar.

Logo no início fez amizade com uma festeira garota, Camille, e logo elas se tornaram bastantes amigas. Ambas tendo um passado trágico, e um presente regado a festas, elas combinavam de todas as formas.

No segundo período, tudo foi ainda mais conturbado. Entrou para o time de natação, e fez matérias de jornalismo e criminologia. Uma grade totalmente diferente do que havia feito anteriormente. Ela estava perdida. Cada dia mais perdida.

Reencontrou sua velha amiga, Catherine, que havia conhecido a muito tempo atrás em outra cidade. Finalmente conseguiu um papel para um filme; mesmo que pequeno, esse papel fez o diretor enxergar o potencial dela e lhe deu um papel maior para um filme que seria produzido no ano seguinte.

A história de que com a idade, vem a sabedoria é mentira. Ella parece estar cada vez mais perdida quanto a tudo em sua vida.

QROW BRANWEN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
.
PARCEIROS & AFILIADOS

WICKED ACADEMY
Como se fosse um livro, Wicked Academy terá cada capitulo com tramas inspiradas em diversas séries. E atualmente no nosso Capitulo Dois temos como inspiração a famosa série do Netflix, Stranger Things. Como faremos a ligação entre esses capítulos? Descubra entrando no nosso RPG.

Tema por Mariana e Patrick.