Stranger Things Version
Wicked Academy

[RP Fechada] Baby I'm preying on you tonight


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

avatar
Mensagens : 186

Data de inscrição : 21/06/2015

Greeks

Baby I'm preying on you tonight
A presente RP encontra-se Fechada, postagem inicial de Levinsky Täz Zhirkov com participação de Aaron T. Rodgers, passando-se nas arquibancadas externas em um fim de tarde cuja a temperatura beirava nos 24 ºC. Sem ataque do bichão, pfvr.

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 186

Data de inscrição : 21/06/2015

Greeks
throw your luck away, that lady has no real feelings

    Sempre achou que sua vida seria fácil, filha de um milionário, estudava em outro país... Mas tudo desandou depois que seu pai aderiu o titulo de "Drama Queen" ao seu currículo. Depois da última briga que tinha como costume acontecer uma vez por mês, seu pai decidiu que era a hora da sua filha se virar, sem mais regalias e quantias absurdas depositadas em sua conta para que ela se mantivesse nesse novo mundo. E a consequência disso foi que ela conheceu seu primeiro emprego. Teve a sorte de entrar por um programa da universidade onde os cursos ofereciam um emprego integral dependendo de sua grade, e lá estava a loja de música esperando por ela. 

Era quase que um ritual passar pelo campo da universidade depois que seu turno acabava, estava exausta, tinha perdido a conta de quantas guitarras havia limpado e lustrado, tinha entrado nesse novo emprego achando que a vida seria fácil, que ficaria sentada escutando suas bandas preferidas ou até mesmo tocando algum instrumento, que algum agente apareceria por lá e se interessasse pelas batidas diferentes, só que quase ninguém entrava naquela loja, mas pelo menos ela conseguia pegar algumas camisetas de banda, como aquela do Pink Floyd que estava usando agora, foi só o seu chefe ter dado uma olhadinha pro lado que ela havia garantido seu próprio presente.  

Tirou suas botas na entrada do gramado para sentir a grama em seus pés antes de chegar até a arquibancada, escolhido qualquer lugar para jogar sua mochila e descansar apropriadamente vendo como o time das animadoras executava seu glorioso salto final para animar aqueles que prestigiariam o time da universidade entrando em jogo e disputando qualquer coisa. Vasculhou seu bolso na procura de cigarros antes de lembrar que havia fumado a carteira inteira em seus intervalos durante o expediente. Sua expressão fechou-se ao saber que teria que ir até a fraternidade para agradar seu corpo com uma dose de qualquer coisa que a tirasse do mau humor.  

Tratou de ocupar sua mente ao vislumbrar o treino do time de futebol americano da Weston, baixou os óculos de sol - que estavam repousado em sua cabeça - para que seu olhar não ficasse muito marcante se algo lhe chamasse a atenção. Cruzou as pernas já que estava com uma saia que o comprimento chegava uns quatro dedos para cima do joelho. Levou o cotovelo até o joelho para apoiar sua mão em punho logo abaixo do seu queixo. Achou que ficaria séria para avaliar como o time estava, mas não conseguia deixar de sorrir quando havia aquele tipo de passe onde alguém leva a pior de ser interceptado de forma brusca e acaba saindo todo fodido da jogada.   
 
BY MITZI

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 66

Data de inscrição : 05/07/2015

Egyptians


Let's party up;
Hey ho, lets go!
O olhar? Devidamente estreito, como o de uma águia, esguio mas ainda sim vítreo, focado procurando o melhor alvo. O braço? Flexionado num ângulo perfeito de sessenta graus, na altura da cabeça. Os dedos? Fielmente presos a bola oval, dando uma firmeza inigualável. As pernas? Movendo-se numa velocidade incrível, saindo do pocket com facilidade, clareando tudo. O resultado?

Touchdown.

Simples. Rápido. Fenomenal.

— Mais um na conta, coach. — murmurou Aaron, o autor de todas as ações anteriores que culminaram em mais um passe certo dele, o décimo primeiro do dia para um touchdown. O holandês era simplesmente um prodígio, o melhor Quarterback universitário de toda o estado com folga. — Defesa, bom trabalho dessa vez, se eu não fosse tão bom, teriam conseguido me interceptar. — esnobou com um sorriso convencido no rosto.

— Rodgers, venha cá! — grunhiu o treinador, dando um tapa sob o capacete do rapaz. — Bom trabalho, mas agora quero que você jogue como Wide-Receiver, vamos ver se consegue ir bem nessa função também. — ordenou já farto do exibicionismo alheio.

O egyptian agora estava contra a parede. Nunca havia jogado na posição que agora lhe cabia. Tampouco podia recusar o desafio, pois perderia prestígio diante dos companheiros. "Eu consigo fazer isso, foco." Pensou respirando fundo, já caminhando até a lateral do meio campo.

O snap foi feito e Aaron correu. Correu como se não tivesse amanhã, mais rápido que uma flecha. A bola foi lançada, movendo-se com igual velocidade na direção dele, iria pegá-la, era sua chance.

Eis que um muro impede que o garoto alcance o paraíso. Um muro não, Markus Mariotta, o safety da equipe adversária. "Xablau"! Pancada brusca na região da cabeça, o capacete do camisa 12 saiu rolando.

Ainda meio tonto, o holandês saiu de campo por breves instantes, solicitando ao treinador para que voltasse a jogar na sua posição habitual, sendo felizmente atendido.

— Essa aqui é pra você, gatinha da arquibancada. — afirmou num tom que fosse audível, de modo a chamar a atenção da morena que outrora estava rindo da queda dele. Chamada feita e Rodgers fez o que fazia de melhor, uma jogada genial.

Simulou um passe lateral, iludindo a defesa inimiga e avançou, saindo da proteção do pocket e chegando na End Zone, quebrando dois tackles antes de marcar o derradeiro touchdown. Sorridente, caminhou até a sua mais nova fã, beijando sua mão e depositando a bola oval sob seu colo. — E então, gostou? — perguntou sinalizando ao resto do time que o treino havia acabado. — Prazer, meu nome é Aaron, mas você pode me chamar de "Quarterback dos seus sonhos". — desconversou sentando-se ao lado dela, dando uma piscadela.


TEXTO MAROTO AQUI, PEQUENO OU MÉDIO


Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 186

Data de inscrição : 21/06/2015

Greeks
throw your luck away, that lady has no real feelings

    A grega desfez o sorriso e olhou na direção do jogador que havia chamado sua atenção, abaixou o óculos para visualizar melhor o que aconteceria, a sobrancelha arqueada era a sua marca registrada naquela velha expressão de "agora você tem a minha atenção". Já tinha arquitetado o que iria acontecer naquela jogada, mas tinha sido diferente, ao invés de dar totalmente errado... Teve que admitir para si mesma que havia sido um belo touchdown. Só depois de um tempo que a morena havia se dado conta de que estava sorrindo para o garoto que agora caminhava em sua direção. Deixou que sua mão fosse beijada, e tentou disfarçar a expressão de desconfiança em relação ao ato tão "cavalheiresco" que não era a cara de um jogador de futebol americano.

- A primeira vez foi mais dramática. - Referiu-se a pancada que ele havia levado antes da bela jogada. - Mas fico com o touchdown. - O time havia deixado o gramado juntamente com as lideres de torcida. - Levin. - Respondeu ao cumprimento dele com apenas metade de seu nome, era menos "assustador". "O meu o que?" - Oh, o meu Quarterback dos sonhos. Certo. - A morena apenas riu e afastou a resposta certa para aquele tipo de comentário, certamente acabaria com aquele "encontro". Endireitou sua coluna e levou os cotovelos até o degrau da arquibancada que estava atrás dela, analisou o garoto e concluiu que nunca tinha visto ele nos arredores da fraternidade grega...

- Então... - Levou a mão até os óculos de sol e os repousou na gola de sua camiseta. - O Quarterback dos meus sonhos irá me dizer de qual fraternidade ele é? - Não que isso importasse, mas era sempre bom saber se eles frequentavam os mesmos lugares. Saber se já havia feito algo inapropriado em alguma festa que por algum acaso ele também estava presente.         
 
BY MITZI

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 66

Data de inscrição : 05/07/2015

Egyptians


I'm fuck'n hunter;
And you are my prey
Aaron sorriu satisfeito ao ouvir a resposta da jovem, sentando-se ao lado dela; fitando-a com suas orbes escuras. Repousou a mão destra sob a superfície metálica e iniciou um breve batuque através do anelar e o médio. — Egyptian, é claro.— retrucou colocando o capacete de treino entre os pés. — E a senhorita deve ser... Hm, nordic? — chutou justificando seu palpite segundos depois. — As mais gatas são nórdicas.

Desviou o olhar para longe enquanto aguardava a fala da morena, sutilmente recostando suas costas sob a bancada de trás, estabelecendo-se com maior comodidade. Aproveitou ainda para guiar os fios de cabelo negros para o alto na tentativa de arrumá-los, uma vez que estavam totalmente desornados devido ao treino intenso.

— Então, posso saber o que um bombonzinho como você faz fora da caixa? — questionou tornando a observá-la com certa malícia, esboçando um sorriso. — Quer dizer, sempre a vejo por aqui, é mesmo minha fã? — brincou percebendo o quão estupida havia sido sua afirmação. "Então por que você não veio falar com ela antes, otário?". Pensou, torcendo para que Levi não reparasse em tal fato.

TEXTO MAROTO AQUI, PEQUENO OU MÉDIO


Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 186

Data de inscrição : 21/06/2015

Greeks
throw your luck away, that lady has no real feelings

    Um egípcio, tudo bem... Sua rixa em relação aos eventos competitivos era com os Nordics, já os verdes eram gente boa... Seu sorriso se desfez para mostrar sua expressão de estranheza com o palpite errado de Aaron, "Nórdica? Sério? , com o cenho franzido tratou de espantar o "awkward moment"- Pois bem, talvez eu acabe com a sua felicidade. Sou grega. - Levin levantou os braços como se "lamentasse" aquilo, não sabia ao certo porque estava dando trela para o garoto, tinha o costume de não levar as coisas adiante quando se tratava de um jogador de futebol americano, ela sabia onde as coisas iriam terminar.

Havia algo que estava prendendo ela ali, se ele era bonito? Era. Se ela estava interessada de alguma maneira? Estava. Só restava descobrir em o que ela estava interessada, com certeza não era por causa dos assuntos ou de como ele falava. A morena não tinha o costume de revelar coisas sobre sua vida ou sobre sua rotina para estranhos, principalmente para garotos que havia acabado de conhecer. Pensou um pouco antes de responder a pergunta do egípcio. Deu uma boa olhada para céu, era a única coisa que acalmava a sua mente. - É aqui que eu esqueço por alguns breves instantes, que sou a líder da fraternidade. - Havia o lado bom e o lado ruim, sabia que quando chegasse no prédio grego, teria uma imensidão de coisas para resolver.

"Sempre a vejo por aqui..." - Esse comentário tinha conseguido lhe arrancar um sorriso. - Então quer dizer que você fica me cuidando? - Levinsky riu com sua resposta, não queria que ele ficasse sem jeito e continuou com um de seus pretextos para estar ali em quase todos os treinos. - Eu costumava jogar com os meus irmãos, é a única coisa que me faz lembrar deles. Uma única lembrança boa. - Depois que seguiu sua vida para os Estados Unidos, nunca mais havia recebido uma noticia sequer sobre o paradeiro de sua família, principalmente de Czar e Alek. Afastou o pensamento ruim e tornou a encarar o garoto que agora estava sentado ao seu lado.

- Hey, eu conheço você! - Tinha demorado para perceber, mas acabou puxando o perfil de Aaron lá do fundo da sua mente. - As aulas de música... - Poderia estar enganada, ele era um esportista, mas também gostava de música (?) Isso se parecia muito com o enredo daqueles filmes feitos especialmente para adolescentes que travam uma batalha com o seu "eu interior", revelando o que ele realmente deveria fazer da vida. Não o julgaria por isso, ela também não tinha um rumo certo em sua vida... Astronomia, música e o time de natação. Já estava na hora de tomar um rumo.
 
BY MITZI

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 66

Data de inscrição : 05/07/2015

Egyptians


I'm a fuck'n hunter;
And you are my prey
Não foi capaz de conter mais uma nova orda de risos que ecoaram pelo local pós Levin revelar-se uma grega. — Ora, ora, sem dúvidas é a mais bonita da fraternidade... — elogiou sincero, fitando admirado as orbes azuis que a jovem possuía, sua afirmação era sem dúvidas verdadeira, jamais havia visto uma greek tão bonita e é claro que precisava dizer isso, afinal era um cara de pau nato.

Meneou a cabeça bruscamente quando percebeu que já estava deixando todo aquele seu interesse transparecer, ficando quase que hipnotizado com a beleza alheia. — Líder da fraternidade, uh, parece importante, Afrodite... — brincou tornando a distribuir uma piscadela, sim, seu repertório de cantadas era gigantesco.

— Claro que sim, uma gatinha como você é pra cuidar e abus...— interrompeu a frase percebendo que estaria sendo intrusivo demais. — Hm, então quer dizer que você sabe jogar?! Aposto que nem consegue lançar a bola direito. — provocou soltando um novo riso, a conversa tomava um rumo cada vez mais agradável.

Surpreendido foi quando a morena disse que o conhecia das aulas de música; tinha certeza que aquela era a primeira vez que se encontravam! — Que sorte a sua, já teve a honra de me ver arrasando aqui e na bateria.— murmurou rindo. — Mas é estranho, eu não lembro de ter visto um rostinho tão bonito como o seu em outro lugar... — seus elogios eram inesgotáveis, mas este veio com uma dose extra de ousadia, encorajando Aaron a pousar uma de suas mãos sob o maxilar alheio, fixando seu polegar ali enquanto a encarava estonteado. Sua característica natural de ser extremamente direto havia atacado e ele agora acercava seu rosto do da grega. Xeque-mate?

TEXTO MAROTO AQUI, PEQUENO OU MÉDIO


Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 186

Data de inscrição : 21/06/2015

Greeks
throw your luck away, that lady has no real feelings

    A morena revirou os olhos diante daquela "elogio", com toda certeza não era a mais bonita da fraternidade, Aaron definitivamente não conhecia as garotas da fraternidade grega. Mas bem lá no fundo ela precisava que alguém lhe falasse isso, mesmo que o cara fosse um cafajeste ou algo do tipo, às vezes um elogio poderia mudar o seu dia. Deu uma boa olhada para o céu antes de voltar sua atenção para o moreno. Levin era aquele tipo de garota que se perdia em seus pensamentos quando contemplava algo que lhe chamava a atenção. 

- Aposto que não aguentaria um dia como Faraó - Abriu um sorriso antes de "zangar-se" com o comentário de Aaron. Não gostava de ser chamada de gatinha e até aquele momento havia abstraído termos como aquele. - Hey! - Levinsky respirou fundo antes de continuar sua fala, ela disse que sabia jogar, mas era diferente de alguém que treinava quase todos os dias. Mesmo assim não se deu por vencida, estava pronta para provocá-lo. - Aposto que lanço mais longe que você. - Ou não.

A morena levou sua mão direita até o rosto para afastar alguns fios de cabelo que teimavam em tapar sua visão. - Sorte? - Levin arqueou a sobrancelha ao dizer aquilo ironicamente. Estava para conhecer alguém mais cara de pau que ele, mas havia uma pitada de senso de humor que de certo modo tinha conquistado uma parte dela. Por que não? Se deixou levar pela ação dele, inclinou seu tronco para o lado dele, estava naquele termo onde ainda teria tempo de voltar caso se arrependesse da ideia.    
 
BY MITZI

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar
Mensagens : 66

Data de inscrição : 05/07/2015

Egyptians


I'm a fuck'n hunter;
And you are my prey
Hesitação: do verbo hesitar, significa ação ou efeito de permanecer indeciso; que não sabe o que fazer. Condição ou circunstância da pessoa que hesita; que demonstra indecisão, sinônimo de titubear.

Hesitação.

Aaron desconhecia aquela palavra. Era um verdadeiro cara de pau, um autêntico caçador.

Portanto, quando Levin deixou-se levar pelos seus movimentos, o rapaz não teve dúvidas e atacou. Rápido. Simples. Letal.

Segundos depois, já sentia o doce toque macio dos lábios alheios nos seus, impondo um sincronismo admirável, ditando o ritmo. Permitiu ainda que a mão livre, envolvesse a cintura da morena, trazendo-a mais para perto enquanto os dedos outrora fincados sob o maxilar dela, se dividissem. O polegar opositor deslocou-se para acariciar as maçãs de seu rosto, enquanto os restantes, fincaram-se sob sua bochecha; ao passo em que aprofundava cada vez mais o beijo.

— Gatinha... — provocou findando o contato, abrindo um sorriso tênue, touchdown!. Aproveitou a pausa para tirar tanto o seu shoulder pad quanto sua jersey de treino, ficando apenas com uma blusa Under Armour preta - retirada instantes depois, deixando o peitoral atlético exposto-.

— Bem melhor. E então, onde estávamos? — perguntou malicioso, inclinando o pescoço para voltar a sentir os lábios da jovem nos seus; ousando criar um primeiro contrato entre suas unhas e a coxa esquerda alheia, marcando-a. Se dependesse dele, as coisas iriam esquentar.

TEXTO MAROTO AQUI, PEQUENO OU MÉDIO


Voltar ao Topo Ir em baixo

Conteúdo patrocinado

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
.
PARCEIROS & AFILIADOS

WICKED ACADEMY
Como se fosse um livro, Wicked Academy terá cada capitulo com tramas inspiradas em diversas séries. E atualmente no nosso Capitulo Dois temos como inspiração a famosa série do Netflix, Stranger Things. Como faremos a ligação entre esses capítulos? Descubra entrando no nosso RPG.

Tema por Mariana e Patrick.